Weby shortcut
Vista Aérea da UFG-Catalão

Conheça a UFG Regional Catalão

Conheça Catalão e a Infra-Estrutura disponível para o Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas.

 

Catalão, a "Atenas de Goiás"

 

Catalão é um município brasileiro localizado no sudeste do estado de Goiás,  com proximidade relativa das capitais estadual e federal, proximidade mediana de importantes cidades do sudeste brasileiro (distâncias em km): Goiânia 259; Anápolis 271; Brasília 300, Uberlândia 110; São Paulo 697, Belo Horizonte 590 e Uberaba 220. 

A população estimada 2015 era de 98.637 habitantes, fazendo dela o 13º município mais populoso de Goiás. Economicamente, Catalão é uma das cidades que mais crescem em todo o país (crescimento de 457% entre 2004 e 20014)  e fruto do potencial econômico de Catalão, que se mostrado um chamariz para novos negócios: bem servida por hospitais, escolas, instituições de ensino superior, transportes e telecomunicações, a cidade se tornou uma das mais importantes economias de Goiás, alcançando, em 2012, o terceiro maior PIB do Estado. Com sua indústria forte (3º maior parque industrial de Goiás), seu setor de serviços e comércio bastante desenvolvidos, agropecuária produtiva (6º lugar no ranking goiano) e sendo a maior província mineral do Estado, a cidade forma ambiente ideal para novos investimentos, atividades logísticas e escoamento da produção e para o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e inovação. 

                          Fatos sobre Catalão

 

Por sua vasta produção cultural e por valor histórico, Catalão é tida como a “Atenas de Goiás”, o que atrai turistas de diversas localidades. As congadas por exemplo (tradicional festa religiosa catalana), são uma das mais antigas manifestações folclóricas e religiosas de todo o Centro-Oeste, e atraem a cada ano 100mil visitantes a Catalão. Ao alto do morro São João se encontra a Igreja de São João, que após sua reforma foi considerada patrimônio histórico da cidade e também atrai inúmeros visitantes. Além disto, do ponto de vista cultural, Catalão está bem servida por anfiteatros, museus, bibliotecas e ainda conta com um centro cultural. Além de todos estes atrativos, muitos turistas se hospedam na cidade para ir visitar o município vizinho de Três Ranchos, conhecido por seus lagos com diversificadas opções de lazer aquático.

No quesito educação, Catalão tem unidades educacionais que vão do ensino infantil até o ensino superior. Na Educação Básica  conta com várias escolas de qualidade para o ensino fundamental e médio. A cidade também possui boa oferta de cursos pre-vestibular tanto privados quanto públicos. Na Educação profissional, Catalão possui sedes do Instituto Federal Goiâno, SENAC, SENAI, SENAR e CEPAC, com instalações amplas e modernas e cursos voltados para diversas áreas: beleza, meio ambiente, informática, saúde, mecânica, elétrica, automobilística, mineração entre outras. No ensino superior, Catalão conta com duas instituições privadas (Centro de Ensino Superior de Catalão e um Campus da Faculdade Politécnica de Uberlândia) e com uma instituição pública regional da Universidade Federal de Goiás. Justas estas instituições ofertam 40 cursos de graduação.

 

 A UFG Regional Catalão

 

A UFG inicía suas atividades em Catalão no ano de 1983 e impulsionada por programas como o Expansão e o REUNI, atualmente oferta, em Catalão, além do Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas, 26 cursos de graduação, 9 cursos de mestrado (30% da pós-graduação stricto sensu do interior de Goiás) e dezenas de cursos de especialização. Na área de Ciências Exatas são ofertados cursos de graduação em Matemática, Ciência da Computação, Física, Química, Matemática Industrial e as Engenharias Civil, de Minas e de Produção. Já no nível de mestrado, são ofertados os programas de acadêmicos de Química e de Modelagem e Otimização, além dos programas profissionais em rede de Ensino de Física e Ensino de Matemática. Finalmente em 2016, se iniciam as atividades do Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas, o primeiro Doutorado na área de Ciências Exatas do interior de Goiás. Sem dúvida estes números (consideráveis para um campus do interior) firmam Catalão como um pólo educaional e explicita a relevância de sua inserção regional e evidencia sua vocação para atuar na pesquisa e na pós-graduação e, refletindo a concretização de uma política sistemática de incentivo a pesquisa e pós-graduação dentro da UFG-Catalão.

Do ponto de vista físico, a UFG-Catalão esta instalada numa área de 89.992,50 m². No ano de 2009 a área construída corresponde a cerca de 20.000 m², distribuídos entre, salas de aula, salas para professores, secretarias, laboratórios, geoprocessamentos, informática, museus, prédios de laboratório, auditórios e biblioteca (que possui um acervo aproximado de 60 mil exemplares).

 

 Vista Aérea da UFG-Catalão      Vista Aérea da UFG-Catalão

Vistas aérea da UFG-Catalão: instalações da parte superior (esq) , instalações da parte inferior, (dir).

Créditos da Imagem: Paulo Cabral Junior, 2015.

 

 

Atualmente, o corpo discente da Regional Catalão/UFG é composto por mais de 3.200 alunos regularmente matriculados. Desde o início das atividades em 1986, até 2011, a Regional Catalão registra um total de 27.631 alunos. O corpo docente conta com mais de 295 professores e 72 técnicos administrativos, além de funcionários terceirizados e prestadores de serviço. 

 

 

O Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas.

 

A criação do Doutorado em Ciências Exatase Tecnológicas na UFG-Catalão é fruto dos esforços para agregar pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, com o objetivo ainda de trazer estudantes de diferentes mestrados e programas de iniciação científica para desenvolverem pesquisas de ponta. Além da importância acadêmica do Doutorado, há um enorme potencial de aplicação dos temas a serem desenvolvidos no curso e fortalecimento de interação com a iniciativa privada para o desenvolvimento tecnológico no Estado de Goiás.

Sediado no Instituto de Física e Química (IFQ), o Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas conta também com a participação da Escola de Engenharia. Além disso diante de seu caráter multidisciplinar, o Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas conta com colaboração direta de outras Unidades Acadêmicas da UFG-Catalão. Por esta razão as atividades de pesquisa do Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas se distribui por diversas instalações da UFG-Catalão, como o Centro de Pesquisa e Pós-Graduação, o Bloco Multifuncional, a Escola de Engenharia e o Bloco de Laboratórios.

 

Centro de Pesquisa e Pós-Graduação     Bloco Multifuncional    Prédio das Engenharias

Vista do Centro de Pesquisa e Pós-Graduação (esq.), Bloco Multifuncional (centro) e do Prédio das Engenharias (dir).

Créditos da Imagem: Welliton Alves, Assessoria de Comunicação - Regional Catalão/UFG, 2015.

 

 

Para o Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas, a UFG-Catalão conta com 11 laboratórios multiusuários distribuídos  no IFQ e na Escola de Engenharia entre eles o Lab. de Química de Materiais, Lab. de Ciências Ambientais, Lab. de Instrumentação Analítica, Lab. de Caracterização Radiológica de Materiais, Lab. de Biologia Molecular, Lab. de Processamento Mineral, Lab. de Computação de Alto Desempenho e o Lab. de Modelagem Computacional. Nas atividades de pesquisa também são utilizadas duas oficinas de apoio: Oficina de Eletrônica e a Oficina de Fabricação Mecânica. Esta estrutura de pesquisa esta em contínuo crescimento, de fato por exemplo nos próximos anos será instalado o Centro Multidisciplinar de Caracterização de Moléculas e Materiais, com recursos oriundos do PROINFRA. 

Naturalmente, programa de Doutorado em Ciências Exatas e Tecnológicas viabilizará a consolidação da pesquisa no interior de Goiás e criará um polo difusor de conhecimentos e pesquisas nas áreas de Ciências Exatas e Tecnológica no estado. Além disso seu caráter multidisciplinar, carrega o potencial de tornar-se um elemento irradiador de uma nova visão epistemológica que supere as barreiras e limites estabelecidos entre as áreas do conhecimento envolvidas. Nesse sentido, vislumbra-se que essa iniciativa coloque a universidade em uma posição de maior protagonismo junto ao meio acadêmico e também às empresas da região.

Listar Todas Voltar